SPAC

O Mais Tradicional e Antigo Clube de São Paulo.
Desde 1888.

13 de maio de 1888. Sala imperial do Palácio de Petrópolis. A Princesa Isabel Regente está sentada em sua escrivaninha da melhor mobília inglesa Chippendale. Está pronta para assinar a Lei Áurea, em nome de Dom Pedro II. Esse dia o Imperador decretou feriado.

Mesmo dia numa mesa de bar na rua São Bento em São Paulo. Meio-dia, e vários britânicos, alguns engenheiros da recém construída São Paulo Railway e outros comerciários da cidade, estão saboreando um gin tonic, conversando sobre a ideia de fundar um clube social-esportivo, onde poderiam disputar seu jogo predileto, o Críquete, bem como compartilhar horas de lazer com as famílias. Entre eles estão William Snape, William Speers, William Fox Rule, Peter Miller, Percy Lupton e Charles Walker.

Este não é um roteiro de um filme do renomado diretor Fernando Meirelles, porém foram dois fatos determinantes da história do Brasil e do São Paulo Athletic Club, carinhosamente apelidado de SPAC, hoje Clube Atlético São Paulo. O SPAC é considerado o Clube mais antigo da cidade de São Paulo.

Numa travessa da Rua Consolação, – uma caminhada de dez minutos do centro de São Paulo, quase num beco, existe uma rua de nome nobre – Visconde de Ouro Preto – onde se encontra o “Clube berço do Futebol Brasileiro”, e de muitos outros esportes. É uma associação centenária fundada por britânicos radicados na cidade de São Paulo, mas que hoje está recheada de brasileiros e de muitas outras nacionalidades, dando ao Clube um ar cosmopolita.

A sede principal do SPAC no bairro da Consolação, junto à Caixa D’Água, foi comprada de Dona Veridiana Prado. Conta-se que no final do século XIX, durante um acontecimento político da época, William Fox Rule, muito amigo da família Prado, ajudou seu filho Eduardo Prado a fugir do país para a Europa, de onde retornou tempos depois. Como reconhecimento por este nobre gesto, ela ofertou o terreno aos ingleses, que posteriormente foi adquirido dessa veneranda senhora.

Não há dúvida de que o sócio mais ilustre do SPAC foi Charles Miller, que nasceu no Brás em 1874, e foi enviado para estudar em Southampton na Inglaterra, onde aprendeu o novo esporte da época, o Association Football, nosso conhecido Futebol. Em 1894 ele retornou ao Brasil com duas bolas de capotão e um livro de regras, para jogar este novo e cativante esporte, até então desconhecido no Brasil.

Em abril de 1895, organizou com seus colegas do SPAC o primeiro “jogo oficial” de Futebol, que foi disputado numa gleba de terra na Várzea do Carmo, entre as equipes da São Paulo Railway (SPR) e a do The Gaz Co, fornecedora de gás da capital. O resultado foi de 4 x 2 para a SPR, com dois gols de Charles Miller. No final deste jogo, a exclamação unânime dos jogadores foi: “Que ótimo esporte, que joguinho bom“. Este jogo seria a semente, ou alavanca, que tornou o SPAC o primeiro Tri Campeão da Liga Paulista de Foot-ball em 1904, e o Brasil Penta Campeão mundial de Futebol no Japão em 2002.

O SPAC, porém, não vive somente do Futebol, e é considerado o Clube que introduziu os jogos de Rugbyi, Hóquei de Grama, Squash e Badmington no Brasil. Também foi um dos primeiros lugares onde se jogou Tênis. Vários sócios do SPAC, entre eles Charles Miller, também foram conselheiros em 1924 da recém fundada Federação Paulista de Tênis.

Em 1928, com o grande aumento de associados, o Clube obteve a concessão de um grande terreno da São Paulo Railway em Pirituba, e foi ali que os esportes coletivos, como o Críquete, Futebol e Rugby floresceram. Quando, em 1947, a Fepasa encampou a “Ingleza“, como era chamada a ferrovia, o Clube teve que deixar Pirituba.

A Diretoria então comprou um grande terreno da Light, no bairro de Socorro, na Represa de Guarapiranga, onde hoje fica sua sede campestre e esportiva. Nos finais de semana os dois campos oficiais, um de Futebol e outro de Rugby, bem como as Piscinas ficam lotadas de ávidos associados à procura de seus esportes preferidos.

Todos conhecem o apoio que o SPAC sempre deu ao esporte amador, com o objetivo primordial de criar uma juventude sadia, e o Clube Atlético São Paulo tem muito orgulho do papel que desempenhou no desenvolvimento dos esportes no Brasil. Desde os tempos de nossos precursores: Charles Miller, William Snape, William Speers e William Fox Rule até o mais jovem esportista mirim de hoje, procuramos manter as nossas tradições seculares.

John Robert Mills
Clube Atlético São Paulo – SPAC
Outubro/2005