Diretoria Executiva

A Diretoria Executiva é o órgão executivo responsável pela administração do Clube, com mandado de 2 (dois) anos, constituída de 07 (sete) membros, tais como: Presidente, 1º Vice-Presidente, 2º Vice-Presidente, 1º Tesoureiro, Secretário, 2º Tesoureiro e Diretor de Santo Amaro. O Presidente deverá ser associado votante há mais de 08 (oito) anos, e os demais, associados votantes há mais de 05 (cinco) anos, permitida a reeleição apenas uma vez.

Composição da Diretoria março / 2021 – dezembro / 2021

Presidente: Hudson Alves Ferreira

1° Vice-Presidente: Ricardo Zunder da Rocha

2° Vice-Presidente: Antonio Reis Silva Filho

Secretário: Vitor Naves Fellet

2° Tesoureiro: Luis Roberto Marcondes Ferrara

Sto. Amaro: Gabriel Baines

Competências da Diretoria Executiva

  1. Cumprir e fazer cumprir fielmente o Estatuto Social, as deliberações do Conselho Deliberativo e suas próprias, bem como o Regulamento Interno;
  2. Admitir, suspender e demitir empregados;
  3. Determinar o melhor meio de receber dos associados as suas contribuições normais e extraordinárias;
  4. Elaborar e propor ao Conselho Deliberativo, o Regulamento Interno do Clube, estabelecendo as penas que julgar convenientes. Também propor ao Conselho Deliberativo as suas modificações quando entender necessário;
  5. Autorizar o pagamento das despesas extraordinárias, resolvendo todas as questões dentro dos limites e normas fixados pelo Estatutos;
  6. Nomear Diretores auxiliares para as comissões que criar, e organizar os serviços internos;
  7. Propor ao Conselho Deliberativo as medidas e providências que julgar conveniente ou necessárias;
  8. Adquirir, por compra ou qualquer outra forma, os bens móveis necessários ao Clube, vender, ceder ou dispor de qualquer maneira, dos bens móveis pertencentes ao clube;
  9. Autorizar o uso, gratuitamente ou não, das dependências do Clube, para reuniões de outras sociedades, beneficentes ou recreativas, sempre de maneira a não prejudicar os associados em suas atividades normais;
  10. Praticar os atos para os quais receber autorização especial da Assembleia Geral ou do Conselho Deliberativo, nas condições que o mesmo determinar;
  11. Elaborar e apresentar ao Conselho Deliberativo, na forma estabelecida neste Estatuto, orçamento anual, e sugerir valor das mensalidades a serem cobradas e respectivos reajustes, bem como o valor das Joias.